Titlis – neve, diversão e bom custo na Suiça

Engelberg  é uma bela cidade situada a duas horas e treze minutos de trem do aeroporto de Zurich e no caminho está a linda Lucerna ( Luzern ) onde o viajante pode parar se quiser para dar uma volta e tirar fotos .

Engelberg  é muito acolhedora, gostosa e fácil de conhecer. Passear pela cidade é um belo programa e há boas opções de hotéis , lojas e restaurantes. Lá tudo é  relativamente calmo mas uma calmaria muito boa  e há partes onde a passagem de  carros é proibida. Ao chegar na estação de trem o você pode pegar o ônibus que circula gratuitamente pela cidade para chegar até seu hotel ou mesmo ir a pé dependendo da localização pois a vila é plana e agradável.

A estação  de ski junto à cidade é Titlis onde  a neve é  abundante  e há picos que passam os 3 mil metros de altitude.Para se chegar a ela pegue o ônibus  número 1 ou algum outro que indique Titlis Station.Chegando  lá uma gôndola leva o esquiador até a primeira parada onde fica o hotel Trubsee  alpine lodge um verdadeiro hotel ski in / ski out.

De lá você pode começar a esquiar ou ainda subir mais um nível num cable car , aquelas gôndolas quadradas que parecem uma caixa de sapato, suspensas  e que levam de 100 a 125 pessoas de uma vez. Chegando ao  alto  saia e curta as pistas que totalizam 82 Kilômetros ou ainda pegue  a gôndola giratória para ir ao topo da estação de Titlis. Essa gôndola é a primeira no mundo que  gira em 360 graus . Um maquinista dá as boas vindas aos visitantes e liga o dispositivo que faz o chão dentro da gôndola girar,portanto não se apresse para tentar pegar o melhor lugar, todos poderão ter uma vista arrebatadora das montanhas. Se o céu existe perto da terra, certamente Titlis é um dos lugares que  dá a entender  isso  e logo na primeira subida. Imagine nesta última. Só ao vivo para sentir mesmo o que é .

As paisagens são  arrebatadoras , a beleza e grandiosidade da natureza é  muito notável.

Titlis é um local para iniciados. Se você já tem 3 temporadas de ski ou snowboard é uma opção certeira e com ótimo custo – benefício visto que trata-se da Suiça. As pessoas são amáveis e se você falar em inglês ou perguntar se falam , elas podem te ajudar .O Trubsee é um hotel de apenas 31 quartos e serviço muito bom. É um hotel para quem quer curtir a montanha e focar no esporte sem badalação. À noite o programa é gastronômico  e após o ótimo  jantar temos  sem muitas pretensões  apenas o bar, livros, mesa de internet , alguns  jogos ou escolher um filme e ver numa salinha de cinema.Há ainda opção de um bar restaurante ali do lado que está num inglu, todo feito de gelo, uma ótima pedida para algumas noites .

Para quem já foi a Portillo no Chile a lembrança será certa porém com menos opções de atividades à noite do que a estação chilena.Os quartos tem espaço moderado mas suficientes. E os banheiros não possuem secador de cabelo. Muitos apartamentos  possuem varanda. O Hotel ainda conta com um setor  de sauna e  ski locker  mais  secador para botas sem custo extra. A recepção é pequena e com atendimento personalizado . Há internet sem fio grátis e sem necessidade de  senha .Para um três estrelas superior e sua localização com o espírito da montanha ,está ótimo.Café da manha farto e nutritivo  e jantar aconchegante com ótimo serviço.A hora do almoço é agitada na propriedade pois os hóspedes de outros hotéis e visitantes da estação aparecem no Trubsee para comer vindos de diversas partes da montanha.

O hotel não dispõe de serviço de recepção  e maleteiros desde a parte das gôndolas, você chega por sua conta carregando suas malas.Ele fica a cerca de 2 minutos andando  da saída da primeira gôndola que a sai de Engelberg mas certamente  podemos podemos pedir em sua chegada a recepção  e em seu check out pode pedir na recepção uma ajuda que eles  providenciam .O viajante pode optar por descer para  a cidade pela mesma gôndola, desta vez sem as malas porém a última descida até a cidade é às 16 : 30.

Interessante lembrar outras atividades que o resort oferece.O destaque principal dos passeios certamente é a gôndola giratória de Titlis , o Rotair.

Deixe um comentário